Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/07/19 às 11h29 - Atualizado em 25/06/21 às 13h55

Vazio sanitário da soja no DF 2021

COMPARTILHAR

 

A Ferrugem Asiática é a doença mais severa da cultura da soja e a que demanda maior investimento dos produtores.

 

O objetivo do vazio sanitário da soja é reduzir a incidência do fungo causador da ferrugem asiática, inclusive dos fungos resistentes, em função da ausência das plantas hospedeiras, quebrar o ciclo do patógeno, diminuir a quantidade de esporos presentes no ambiente, com vistas a quebrar essa ponte que existe de uma safra para outra, atrasando ao máximo a ocorrência desta doença nas lavouras em fases determinantes ao longo do ciclo da cultura.

 

Os fungicidas são atualmente uma das grandes ferramentas para o controle da doença. No entanto, a rede do Consórcio Antiferrugem tem identificado reduções na eficiência desses produtos. A carência de fungicidas de eficiência comprovada disponíveis no mercado vem agravando o cenário. O desenvolvimento lento de novas tecnologias de produtos não consegue acompanhar a pressão da doença, surgindo assim a necessidade de um conjunto de medidas que venham a mitigar os riscos dessa praga. Quanto mais tarde a doença venha a se manifestar ao longo do ciclo da cultura, menor a necessidade de uso de agrotóxicos por parte dos produtores.

 

Hoje, 13 Estados e o Distrito Federal adotam o vazio sanitário da soja como uma estratégia para o manejo da ferrugem asiática, causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi.

 

O período do vazio sanitário da soja no Distrito Federal vai de 1º de julho a 30 de setembro. Desde o primeiro dia de vazio não podem haver plantas vivas em nosso território.

 

As faixas de domínio das propriedades também são de responsabilidade dos produtores que, em geral, também as utilizam na produção.

 

Produtores, façam a Declaração Anual da Exploração de Soja! Com base nestas informações, as ações da Seagri-DF no combate à ferrugem asiática se tornam muito mais efetivas!