Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/01/20 às 14h52 - Atualizado em 16/01/20 às 14h58

Seagri e Embrapa buscam formalizar parcerias

COMPARTILHAR

 

A Secretaria da Agricultura do Distrito Federal e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária se reuniram, nesta quinta-feira, com o objetivo de firmar um Acordo Geral de Cooperação, que irá abranger diversos projetos entre as duas instituições.

 

Entre projetos em andamento e aqueles previstos, vale destacar a Expedição Safra, entrega de kits de irrigação, produção de plantas medicinais e de óleos essenciais para Agricultura Familiar, parcerias na AgroBrasília, laboratório móvel de análise de solo, Inovagro, produção de leite A2A2, usina de compostagem, Rota de Fruticultura do DF e Região do Entorno (Ride), entre outros.

 

Segundo o secretário de Agricultura, Dilson Resende, a parceria com a Embrapa é algo natural. “Essa reunião de hoje, que iniciou numa visita que fizemos ao Presidente Celso Moretti, no início de dezembro, é em função de termos um termo de cooperação que formalize todas essas áreas de interesse em comum, em parceria com a Embrapa. Então, nós estamos vendo a possibilidade de fazer um acordo de cooperação entre GDF e Embrapa, e as áreas de atuação do Governo farão acordos dentro de cada área com planos de trabalho”, destacou.

 

“Esse termo de cooperação que está sendo negociado e que será assinado muito breve, vai formalizar uma parceria para gerar mais desenvolvimento e geração de emprego no Distrito Federal”, afirmou o secretário Dilson.

 

Para o pesquisador e gerente de Inovação na Embrapa Sede, Daniel Trento do Nascimento, a relação entre as duas instituições é antiga e de fundamental importância para o desenvolvimento da agropecuária local. “Nós estamos em um momento de revitalizar essa parceria. Precisamos dar um horizonte mais estratégico para onde a gente pretende chegar nos próximos anos. Então, essa é a intenção, unir esforços para continuar dando resultados. Agora, é botar dentro de uma coordenação, de um projeto ordenado, um cronograma, com recursos para executar isso de forma bem articulada”, explicou Trento.

 

Texto e foto: Ascom Seagri-DF