Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/10/19 às 7h05 - Atualizado em 17/10/19 às 7h13

1ª Semana do produtor rural do Gama

COMPARTILHAR

Foi realizada nesta quarta-feira (16), na sede da Associação dos Proprietários e Produtores do Núcleo Rural Casa Grande (APNRCG), a 1ª Semana do Produtor Rural do Gama. O evento tem o objetivo de compartilhar conhecimentos e informações sobre a produção agrícola, além de promover a integração entre os agricultores, suas famílias e a população local.

O evento, que vai até sábado (19), é uma iniciativa da APNRCG, juntamente com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Administração Regional do Gama e conta com o apoio da Secretaria de Agricultura (Seagri). Quem comparecer terá a oportunidade de participar de palestras, cursos, leilão de gado e uma série de atividades, todas gratuitas.

 

O presidente da APNRCG, Jacinto Rodrigues Lima, ressaltou que o Gama é uma região mais rural do que urbana. Segundo ele, esse evento é uma forma de homenagear a área rural. “Será uma semana de grandes eventos, cursos, palestras e mutirões”, destacou.

 

O secretário executivo da Seagri, Luciano Mendes, lembrou que essa também é a Semana Mundial da Alimentação e destacou a importância e a responsabilidade do produtor na hora de produzir. “Essa é uma semana grandiosa para o espaço rural. É uma semana que a gente tem a oportunidade para discutir a questão da alimentação. Nos próximos anos, a população do DF e da RIDE pode chegar aos 6,5 milhões de pessoas, e nós precisamos produzir alimentos e água, sempre respeitando as questões ambientais”, lembrou Mendes.

Regularização Fundiária

Durante a cerimônia de abertura, os moradores da região receberam a notícia de que 90 produtores iriam receber seus Contratos de Transação Judicial. Na década de 1980, a Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap), entrou com uma ação judicial de reintegração de posse dessa área, que mais tarde foi celebrado um acordo entre a Companhia e esses produtores que finda com a entrega desses documentos. “Esse é um passo importantíssimo e fundamental para resolver esse problema e chegar ao fim na regularização fundiária, para que eles possam ter segurança e tranquilidade na sua produção rural”, afirmou o subsecretário de Regularização Fundiária, Vilmar Ângelo.

Segundo o diretor da Terracap, Leonardo Mundin, esse documento entregue é uma forma de regularização fundiária com segurança jurídica. Ele ressaltou ainda, que os produtores que receberam esse documento, precisarão ainda, apresentar a Seagri o Plano de Utilização e Manejo (PU) de suas respectivas áreas. Hoje nós entregamos 90 Termos de Transação Judicial, que também circunstanciam essa regularização para os produtores rurais”, afirmou.

O secretário executivo da Seagri, Luciano Mendes, lembrou que a regularização fundiária é a principal demanda dos produtores do Distrito Federal e que nessa gestão, essa questão está sendo tratada de forma diferente. Ele ressaltou a criação da Central de Regularização, dentro do ambiente da Secretaria de Agricultura, que é para dar mais agilidade a esse processo.

 

“Também estamos trabalhando juntos com o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), com esse intuito, de trazer outras instituições para ajudar no processo de regularização. Reduzimos as exigências no Plano de Utilização (PU) e tivemos uma grande vitória ao iniciar uma etapa histórica de aceitar os contratos como garantidores de crédito, que começou pelo Banco de Brasília (BRB) e pelo Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR)”, afirmou o secretário Executivo, Luciano Mendes.

 

O presidente da APNRCG, Jacinto Rodrigues Lima, disse que hoje se encerra um ciclo no processo administrativo de regularização fundiária junto à Terracap. “Não é o fim do processo, mas é um passo bastante grande, que tira esse peso de uma reintegração de posse das nossas costas. O caminho continua até a escrituração final, que passa pela Seagri, mas a gente fica aliviado com essa situação de expectativa positiva juridicamente”, desabafou.

Termo aditivo de 14 mi é assinado para construção de Escola

Também foi assinado, durante a cerimônia de abertura da 1ª Semana do Produtor Rural do Gama, um termo aditivo para a cessão de um área, para que possa ser liberada uma emenda do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), para construção do Centro Educacional Casa Grande, no valor de R$ 14 milhões. A escola irá beneficiar mais de mil alunos da região.

Para o produtor rural e um dos idealizadores desse projeto, professor Aníbal Coelho, esse é um sonho que está se realizando. “Nada é impossível para Deus! Ele me deu força pra gente chegar até aqui”, afirmou.

O presidente da APNRCG, Jacinto Rodrigues Lima, também ressaltou a importância dessa Escola para a região. “A construção da nossa Escola irá beneficiar mais de mil alunos em um raio de 10 quilômetros”, ressaltou.

Confira a programação:

 

16/10 (quarta): Curso de Brigadeiro Gourmet

Horário: 13h30

Local: Sede da APNRCG

 

A economista doméstica Ana Paula Rosado, da Emater-DF, explica: “gourmet” é todo alimento preparado com ingredientes especiais. Pensando nisso, ela desenvolveu três receitas que, além de terem um maior valor nutricional, podem gerar renda para o produtor: brigadeiro de abóbora, de capim-santo e de café. “Com esses doces, o produtor pode ganhar dinheiro, além de economizar em festas e eventos”, aponta.

 

16 e 17/10 (quarta e quinta): Curso de Piscicultura Básica

Horário: 8h

Local: Granja do Ipê – Setor de Mansões Park Way, Estrada Parque do Ipê – entrada pela Quadra 26

 

Durante os dois dias da atividade, o zootecnista Fábio Rodrigues, em conjunto com servidores da Granja do Ipê, vão falar sobre a criação de peixes: quais as melhores espécies, como escolher os alevinos, manejo da ração, temperatura e condições da água. A ideia é mostrar a viabilidade de um negócio que tem conquistado bastante espaço entre os produtores do Distrito Federal.

 

17/10 (quinta): Palestra – Produção de Morangos

Horário: 13h30

Local: Emater-DF / Gama – Quadra 1, AE 1- Gama Norte

 

Carro-chefe da produção agrícola da região administrativa de Brazlândia, o morango pode ser cultivado com bons resultados em qualquer área do Distrito Federal. É o que pretende mostrar o engenheiro-agrônomo João Ricardo Soares, da Emater-DF. Desde a escolha das mudas e cultivares até a comercialização, todas as etapas do cultivo serão abordadas para os produtores interessados em investir na atividade.

 

18/10 (sexta): Dia Especial – Produção de Abacate

Horário: 8h

Local: Núcleo Rural Vargem da Benção – BR-060, entre Samambaia e o Recanto das Emas

 

Em alta no mercado, a fruta tem se mostrado uma boa opção de renda para o agricultor brasiliense. O engenheiro-agrônomo Kleiton Rodrigues vai abordar os diversos aspectos dos tratos culturais — espécies, irrigação, polinização, manejo de podas, pragas e doenças.

 

19/10 (sábado): Leilão de Gado Bovino

Horário: 9h

Local: Embrapa CTZL (Centro de Transferência de Tecnologias de Raças Zebuínas com Aptidão Leiteira) – DF-180, km64, Recanto das Emas-DF

animais de corte e de leite

 

Serviço

1ª Semana do Produtor Rural

de 16/10 a 19/10 (quarta a sábado)

Informações e inscrições:

Emater-DF – Gama: (61) 3556-5223 e 3484-6723

gama@emater.df.gov.br